Monday, November 5, 2007

estás deitada de costas com as mãos para trás
rendida ao poder do sono

É o teu sonho mas como
tantas coisas ele une entre si
o que também não conheces
nem tu nem as coisas

Uma sombra que só eu vejo
atravessa a janela tomba
e continua a voar



Bruno Weinhals



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

1 comment:

c said...

"Se é, tem sombra.
O que não existe vagueia
como num sonho, a sua não existência."