Wednesday, October 17, 2007

Ofélia

Quem dorme amorosamente cadáver na
cama de flores sobre esta água sombria
grave e quieta não é ela (todos os
dias a vejo subindo a rua tomando
café guiando o carrinho de compras pelos
corredores do hipermercado - nenhuma
vida espera sentada o fim do espanto alheio

pois não?) mas o infeliz costume que a minha
memória tem de imitar com o alimento
que lhe dou algumas mastigações famosas.



António Gregório



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

2 comments:

[m.m. botelho] said...

O António Gregório...
...
...
está tudo dito na transcrição do poema.

W said...

Down the river Ophelia goes (Peter Hammill - Ophelia)