Monday, January 21, 2008

a cama como refúgio
num colchão vestido de inverno
os lençóis a oferecer regaço ao corpo

a cor do quarto é feita de palavras
engasgadas na garganta
a tua respiração ainda se sente nas roupas
que te esperam nas cadeiras

e apesar do sono talvez gostar de ausências
porque não abres a porta?
é tudo o que me falta para as palavras deixarem de ser pele



Maria Sousa



Photobucket

7 comments:

angela said...

um abraço
tão apertado,
daqueles que só
as tuas palavras*

ana salomé said...

arrepiante, maria.

ana c. said...

gostei bastante.

lebredoarrozal said...

obrigada:)**

Cometa 2000 said...

não sei se a tempo de veres este comentário... hesitei antes de enviar...

nas minhas visitas quase diárias, ultimamente, quando clico no link do there's only one alice, confesso que entro assustado com o que possa encontrar...

dizer-te apenas que gosto muito da tua escrita e das coisas que fazes com o teu blog.

:)

lebredoarrozal said...

cometa, obrigada:)
mas diz-me, ficas assustado pq?

Cometa 2000 said...

no teu email.

lebredoarrozal@gmail.com