Wednesday, September 6, 2006

O que nos chama para dentro de nós mesmos
é uma vaga de luz, um pavio, uma sombra incerta.
Qualquer coisa que nos muda a escala do olhar
e nos torna piedosos, como quem já tem fé.
Nós que tivemos a vagarosa alegria repartida
pelo movimento, pela forma, pelo nome,
voltamos ao zero irradiante, ao ver
o que foi grande, o que foi pequeno, aliás
o que não tem tamanho, mas está agora
engrandecido dentro do novo olhar.


Fiama Hasse Pais Brandão


Photobucket - Video and Image Hosting

6 comments:

hmbf said...

Não tem nada a ver: acho que vi esta lebre, bafejando com alegria a fumaça de uma cigarrada, numa reportagem da TVI sobre doenças provocadas pelo tabaco. Poético! :)

lebredoarrozal said...

lebre em modo muito corado

margarete said...

quero essas imagens... para pôr no youtube! :P

catarina said...

Não a teria visto antes Sr. hmbf em 'café e cigarros', de Jim Jarmusch? Não sei porquê, mas a lebre é mais destes sítios...;)

lebredoarrozal said...

o sr.hmbf tem razão :P , ao que consta apareci mesmo numa reportagem da TVI sobre doenças provocadas pelo tabaco (a fumar)(sou um mau exemplo para a sociedade):P

estava no meu "café e cigarros"
hehehe

catarina said...

Dos bons exemplos está o mundo cheio (mas não se vêem!) ehehehe